Roteiro de 1 dia em Verona

Verona é uma cidade ao norte da Itália mundialmente conhecida por ser palco do grande romance entre Romeu e Julieta de Shakespeare. Claro que se você leu nosso último post (este aqui), sabe que é possível visitar a suposta casa de Julieta, realizar algumas superstições estranhas e deixar mensagens ao grande amor da sua vida para que as ajudantes de Julieta leiam. Bom, se não leu, não deixe de ler rs.

Claro que Verona não é apenas aquele pátio, aquele balcão e aquela história. Verona é histórica, é arte e é a cidade do amor. Apesar de pequena, está estrategicamente localizada entre algumas das cidades mais procuradas pelos viajantes que circulam pela Itália. Ou seja, se você estiver saindo de Milão para Veneza, por exemplo, e tem pelo menos uma tarde ou um dia livre no roteiro, pronto! Pare em Verona e acrescente mais este destino na sua listinha de cidades conhecidas no mundo.

Convencido de que vale a pena? Então vamos ao roteiro:

Como eu faço para chegar a Verona?

Há quem esteja de carro, mas o mais comum mesmo são os turistas que chegam de trem. Como já falamos anteriormente, Verona está situada entre algumas das cidades italianas mais procuradas entre os turistas. Por isso achamos que vale a pena pegar o trem logo cedo na cidade próxima em que estiver e fazer uma parada em Verona antes de seguir viagem. Há quem diga que uma tarde é suficiente para conhecer a cidade. Não duvidamos e, dependendo do roteiro, até indicamos. Mas se você puder dormir na cidade, também achamos uma boa pedida.

Caso só tenha uma tarde para passear por Verona, considere deixar sua mala de viagem em um dos armários da estação de trem e passeie mais leve. Agora que está mais leve, pegue um taxi ou caminhe por mais ou menos 1,5km até a Piazza Bra. Se não tem muita noção de distância, significa algo em torno de 20 minutos de caminhada em ritmo médio.

Vamos ao roteiro:

Comece pela Piazza Bra. Esta é maior Praça de Verona e uma das maiores da Itália. Caminhe ao longo da praça e observe as construções e turistas relaxando um pouco pelos cafés e restaurantes ao longo dos prédios baixos e charmosos.

Uma pequena parte da Piazza Bra onde fica a Arena di Verona

Claro que a construção que mais vai chamar a atenção na praça é a Arena di Verona. Sim. Esta enorme arena a sua frente é uma das maiores do mundo. Construída no primeiro século DC para abrigar gladiadores e outras festividades, ainda é utilizada para grandes eventos musicais. Todos os anos são feitas exibições de ópera famosíssimas com ingressos concorridos. Ou seja, se você estiver passando pela cidade em dia de show e quiser curtir o espetáculo, compre o ingresso com antecedência no site oficial (http://www.arena.it/en).

De qualquer forma, caso não tenha um espetáculo programado durante a sua visita, mas você quer conhecer melhor a arena, saiba que é possível comprar um ticket na bilheteria e visitá-la por dentro. Por menos de 10 euros você poderá passear pelos corredores, tirar fotos panorâmicas da cidade e imaginar as lutas travadas pelos gladiadores que começavam pela manhã e só terminavam ao escurecer.

Assim como no Coliseu, as paredes da Arena di Verona sofreram ao longo dos séculos mas continuam lindas

Após o passeio, volte para a praça onde estava e siga pela via Roma até o Castelvecchio. O castelo é um marco importante na história da cidade. Foi construída e serviu muitos anos como reduto de defesa da cidade, assegurando uma passagem para os nativos em tempos difíceis. Reformada e aumentada algumas vezes, foi ganhando funções e perdendo outras ao longo de séculos. Atualmente guarda o acervo civil da cidade, apresentando-se como um museu de sua história e de Verona.

Uma das torres do Castelvecchio

Caso tenha bastante tempo e tiver interesse em conhecer um pouco mais sobre a cidade e o castelo, a visita vale a pena. Do contrário, atravesse a ponte e aproveite para tirar algumas fotos de um ângulo estratégico.

Volte pela ponte e pegue a Corso Cavour. Você passará pelo Arco dei gavi e pela Chiesa di San Lorenzo. Ambos do seu lado esquerdo, próximo ao rio. Mais à frente, do seu lado direito, procure pela Porta dei Borsari. Trata-se de um portão construído pelos romanos no primeiro século depois de Cristo. Está em excelente condição considerando sua idade.

Ande por mais três quarteirões e estará na Piazza delle Erbe. Pronto! Você está no coração de Verona. Esta é a praça que por séculos foi o ponto central da cidade. Este é um bom lugar para experimentar a culinária de Verona. Se não estiver com fome, recomendamos uma paradinha para tomar um expresso italiano ou, o que recomendamos fortemente, tomar um Spritz em um dos bares enquanto observa as pessoas indo e vindo pela praça. Quase todos os dias uma feira é montada no local. Isso deixa a praça ainda mais divertida. São frutas e legumes frescos, lembrancinhas entre outras coisas. Não deixe de observar as construções em volta da piazza e de tirar uma foto com a fonte no meio da praça e com o leão de asas que dizem representar a bravura de quem ali morava.

Após esta pequena parada, siga pela via Cappello. No segundo quarteirão, você observará um portal do lado esquerdo. Pois é alí que se encontra a Casa de Julieta. Não se preocupe se não achar. Observe para onde estão indo os vários turistas. Provavelmente a maioria estará indo para lá. Fizemos um post específico para contar um pouco mais sobre a casa de Julieta e esse espaço famosos de Verona. Clique aqui e confira.

No verão sempre lota de turistas garantindo sua foto no cubículo pequeno com a varanda de Julieta

Volte um quarteirão e vire à esquerda, na via Mazzini. A rua possui todo um calçamento diferenciado e muitas lojas de luxo. No final da via estará de volta na Piazza Bra. Todo o trajeto deve ser feito com tranquilidade. Observando as construções e curtindo o tempo que você reservou para a cidade do amor.

Compre um gelato e siga com os demais turistas pela Via Mazzini

Esse trajeto, começando e terminando na Piazza Bra, tem aproximadamente 2,5km e é quase todo em terreno plano, o que pode facilitar um pouco para pessoas em cadeiras de rodas ou com certa restrição de locomoção.

Pronto! Você está entregue de volta. Se você estiver com mais tempo, explore as ruas menores e com certeza passará por mais igrejas e construções romanas bem conservadas pela cidade. Se estiver com o trem marcado, não se esqueça de que terá de andar mais 20 minutos a partir da Piazza Bra para voltar. Se você for se hospedar na cidade, recomendamos voltar à Piazza delle Erbe e jantar no restaurante que mais lhe agradar.

Se você tiver alguma dúvida, observação, recomendação de mais alguma atração da cidade ou recomendação de roteiro, comente logo abaixo.

Não deixe de nos seguir no facebook e no instagram para receber nossos posts e acompanhar nossas viagens em tempo real.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: